Outro Tipo de Mulher Nua…

Depois da invenção do photoshop, até a mais insignificante das criaturas vira uma deusa, basta uns retoquezinhos, aqui e ali. Nunca vi tanta mulher nua.
Os sites da internet renovam semanalmente seu estoque de gatas vertiginosas.
O que não falta é candidata para tirar a roupa. Dá uma grana boa.
E o namorado apóia, o pai fica orgulhoso, a mãe acha um acontecimento, as amigas invejam, então pudor pra quê?
Não sei se os homens estão radiantes com esta multiplicação de peitos e bundas. Infelizes não devem estar, mas duvido que algo que se tornou tão banal ainda enfeitice os que têm mais de 14 anos.
Talvez a verdadeira excitação esteja, hoje, em ver uma mulher se despir de verdade… Emocionalmente.
Nudez pode ter um significado diferente e muito mais intenso.
É assistir a uma mulher desabotoar suas fantasias, suas dores, sua história.
É erótico uma mulher que sorri, que chora, que vacila, que fica linda sendo sincera, que fica uma delícia sendo divertida, que deixa qualquer um maluco sendo inteligente.
Uma mulher que diz o que pensa, o que sente e o que pretende, sem meias-verdades, sem esconder seus pequenos defeitos.
Aliás, deveríamos nos orgulhar de nossas falhas, é o que nos torna humanas, e não bonecas de porcelana.
Arrebatador é assistir ao desnudamento de uma mulher em que sempre se poderá confiar, mesmo que vire ex, mesmo que saiba demais.
Pouco tempo atrás, posar nua ainda era uma excentricidade das artistas, lembro que se esperava com ansiedade a revista que traria um ensaio de Dina Sfat, por exemplo.
– pra citar uma mulher que sempre teve mais o que mostrar além do próprio corpo.
Mas agora não há mais charme nem suspense, estamos na era das mulheres coisificadas, que posam nuas porque consideram um degrau na carreira. Até é. Na maioria das vezes, rumo à decadência. Escadas servem para descer também.
Não é fácil tirar a roupa e ficar pendurada numa banca de jornal, mas, difícil por difícil, também é complicado abrir mão de pudores verbais, expor nossos segredos e insanidades, revelar nosso interior.
Mas é o que devemos continuar fazendo.
Despir nossa alma e mostrar pra valer quem somos, o que trazemos por dentro. Não conheço strip-tease mais sedutor.

Fases do Vazio – Katie Gallanti.

Às vezes as mudanças que surgem são tão grandes que nos deixam desorientados e alarmados.
Um ente querido que se vai subitamente,
Uma carreira que termina de repente,
Uma ligação de um amor profundo que se rompe.
Esta é frequentemente a lição de Urano, cortando-nos abruptamente do velho e nos liberando para o novo.
Ou a lição de Plutão, que nos despoja de tudo quanto é entulho.
Entre o velho e o novo, entretanto está o vazio. E no vazio podemos sentir uma profunda tristeza.

A tristeza é a primeira fase do vazio. A fase na qual lamentamos o que está perdido. É um momento doloroso. Mas é tambem um período de limpeza, pois cada experiência de tristeza, quando plenamente compreendida, nos permite fazer uma limpeza profunda de toda a velha dor.
Pois em cada episódio de profunda tristeza, o coração, quebrado, se abre, e a partir dessa abertura, a energia das velhas feridas pode ser liberada.

Antigas dores de vidas passadas, da infancia, os desapontamentos da vida atual, tudo o que esteve energeticamente trancado no coração, pode ser sentido e eventualmente, liberado.
Lágrimas, como a água, nos limpam e nos ajudam a manter o nosso coração aberto. As lágrimas contidas criam um endurecimento e uma obstrução no coração, o que nos paralisa e nos impede o estado de amor que procuramos para dar e receber. Este é um momento sagrado e tem o seu propósito de cura.

A segunda fase do vazio é o que acontece quando a tristeza está quase esgotada. A dor começa a diminuir e nós aceitamos o que é. É quando surge um vislumbre da nova vida, novos sonhos começam a se formar, como novos brotos germinam na primavera.
Esta fase do vazio é uma fase de potencial, uma fase onde começamos a decidir para onde apontarmos a seta, a fim de criarmos o novo capítulo em nossas vidas.

Não importa o quão profunda seja a perda, há sempre um novo capítulo, um novo início esperando,o vazio é o momento no qual nós começamos a definir a intenção da nova jornada á frente. Ao olharmos o que já terminou, podemos ver que, talvez, partes disto não fossem um verdadeiro reflexo de quem nós somos e podemos partir para criarmos algo que melhor combine com a nossa atual expressão.

Se uma carreira termina, geralmente é porque nós a superamos,
Se um relacionamento termina, geralmente é porque chegou a um ponto em que teríamos que nos afastar desta pessoa, se quissessemos evoluir.
Até no caso de entes queridos que se despedem, as Almas geralmente partem pelo acordo da Alma, quando os contratos que tínhamos com eles, expiraram. Assim, até nestas situações podemos ver que frequentemente os entes queridos nos deixam porque eles completaram o que eles vieram fazer, e também para que possamos ser liberados para avançarmos para novos territórios.

Tão sem sentido quanto alguns dos nossos términos possam parecer, raramente eles são aleatórios e quase sempre acontecem de modo que possamos ser liberados nas partes da jornada que não podemos seguir juntos, pelo menos nesta expressão do plano da terra em particular.

Se não tivermos certeza para onde ir, se os ventos da mudança estão soprando, mas o destino ainda não está claro, um modo de avançarmos é pedirmos que o próximo nível do nosso projeto comece a ser ativado para que a nossa Alma ajude a atrair para nós todas as pessoas, situações, oportunidades e experiencias que precisamos, a fim de realizarmos o próximo nível de desdobramento da nossa Alma para esta existência, no tempo divino e perfeito. Em breve os novos passos a tomar se tornarão mais claros e novos caminhos se abrirão para trilharmos. Observe a sincronicidade e as portas que logo se abrem repentinamente depois que fizemos esta solicitação e notem aquelas que se fecham abruptamente.

Lembre-se sempre de almejar as qualidades que voce quer criar em sua vida (paz, amor , tranquilidade,diversão, emoção) e menos as espécies (um carro, uma casa, uma viagem), pois as qualidades lhes trará formas através das quais eles possam ser canalizados, além do que as espécies podem vir até voce vazias das energias que voce busca. Assim peça as qualidades e veja o que se apresenta. Peça por exemplo, uma carreira que seja um canal da expressão da sua alma e o faça sentir grandioso, ao inves de um emprego com um determinado salário e horário. Peça um relacionamento que o ilumine, inunde-o com o amor, a conexão e a felicidade da Alma, e não com um companheiro que preencha uma lista de coisas exteriores, E DEIXE O UNIVERSO ESCOLHER OS DETALHES.

O Universo é muito mais criativo do que nós e geralmente nos surpreende com mais do que pedimos, pois a nossa habilidade para criar é limitada pelo nosso atual nível de imaginação, que está sempre baseado em nosso passado.

Confie que tudo em sua vida está acontecendo perfeitamente, ainda que não possa entender completamente porque as coisas tinham que mudar. Confie que um dia voce compreenderá.

Há muito pouca aleatoriedade em nossas vidas. Nós criamos as nossas próprias realidades sim, mas os golpes abruptos em nossas vidas são determinados pelos contratos de Alma. “Nossos” contratos de Alma.
É sempre nossa Alma que está decidindo o momento de avançarmos, para que experiências novas e mais plenas possam ser trazidas. Lembre-se de que o objetivo da Alma é continuar a expandir quem nós somos, assim podemos nos tornar maiores, mais ousados, mais brilhantes em nossa luz e amor. Assim, aceite o vazio como a oportunidade de trazer a expansão a sua vida, para conter mais da sua verdadeira essência.
E invoque o brilhante amanhã que o aguarda, para que possa receber a sua próxima aventura no ser.
Aguarde com expectativa a nova vida por vir !

Amo pessoas!


Amo pessoas que acordam no meio da noite,
só para escutar o barulhinho da chuva no telhado…
Elas sabem ouvir o canto de Deus…
Amo pessoas que fazem do presente
um caminho para o futuro, com algumas trilhas secundárias
e até alguns atalhos…
Elas entendem de liberdade…
Amo pessoas que escrevem sua história sem ignorar
os borrões, fazendo deles uma lição de vida…
Elas jamais serão esquecidas.
Amo pessoas a quem posso chamar de amigos, que vêem
mais qualidades que defeitos em mim…
Elas enfeitam dia a dia o caminho que trilho…
Amo pessoas que sabem conviver, tolerando o que for
intolerável, encontrando uma justificativa
para resgatar a harmonia…
Elas entendem de perdão…
Amo pessoas de todas as idades, essas que não sabem a
idade que tem velhos, adolescentes, crianças…
Elas sabem se encaixar no tempo…
Amo pessoas que quando perdem a fé, engravidam o coração
e conseguem parir um novo, para ensinar e aprender…
Elas sabem que não se perde para si mesmo…
Amo pessoas que cantam no chuveiro,
que olham o espelho e se acham linda se sorriem
para o espelho refletir seu sorriso…
Elas com certeza receberão sorrisos, sem espelho…
Amo pessoas que valorizam riquezas só do espírito
e ignoram a miséria das almas…
Elas entendem que pobre á aquele que só possui
bens materiais.
Amo pessoas que cuidam da natureza, que espalham
sementes, plantam árvores e florescem o mundo…
Elas colherão frutos doces, independente das estações.
Amo pessoas de mãos generosas no doar,
no afeto e no oferecer…
Elas entendem que o presente fica em parte com quem recebe …fica mais com quem doa…
Amo pessoas que não tem medo de se arriscar,
de mudanças…de finais… nem recomeço.
Elas jamais dirão: Como seria, se eu tivesse tido coragem…
Amo pessoas que ficam olhando o horizonte de bobeira,
que deitam na grama para olhar nuvens passar
ou contar estrelas…
Elas conhecem e muito, de paz…
Amo pessoas que misturam pais, filhos, netos, primos, tios,
avós, que brigam, se desculpam e que não se separam…
Elas sabem a importância da família…
Amo pessoas que escutam passarinho quando canta
que olham o sol quando levanta
e que brincam de faz de conta com criança…
Elas sabem que ser feliz é simples…
Amo pessoas que iluminam o olhar diante da pessoa amada,
que beijam na boca e não estão nem ai para a platéia,
para julgamentos, ou ridículo…
Elas amam amar o amor…
Amo pessoas que não sabem odiar, que falam com anjos em
qualquer lugar, sabem que eles ouvem, tanto que me pediram
para escrever…
QUE OS ANJOS TAMBÉM AS AMAM!
AMO VOCÊ POR FAZER PARTE DA MINHA VIDA DE ALGUMA MANEIRA.

Lady Foppa.

Bebido O Luar – Sophia de Mello Breyner.


Bebido o luar, ébrios de horizontes,
Julgamos que viver era abraçar
O rumor dos pinhais, o azul dos montes
E todos os jardins verdes do mar.

Mas solitários somos e passamos,
Não são nossos os frutos nem as flores,
O céu e o mar apagam-se exteriores
E tornam-se os fantasmas que sonhamos.

Por que jardins que nós não colheremos,
Límpidos nas auroras a nascer,
Por que o céu e o mar se não seremos
Nunca os deuses capazes de os viver.

Nós – S.Subtil.

Dissipa os nós que na garganta me arranham
Para que soltas as palavras possam brotar.
Despedaça os nós que nas falanges me ferem
Para que minhas mãos voem no céu do teu corpo.
Destrói os nós da dura madeira de que sou feita
Para que a seiva possa sem obstáculos escorrer.
Desfaz os nós que me amarram ao cais
e deixa-me ir ao sabor da maré.
Mas nunca, por nada
Dissolvas o Tu e o Eu.

Porque Escrevo – S. Subtil.

Escrevo para expurgar fantasmas
Para matar o medo
e rasgar a dor.

Escrevo para esventrar a saudade
Dissecar o desejo
e enaltecer o amor.

Escrevo para renovar sonhos
Acordar a esperança
e quebrar a solidão.

Escrevo para me depurar
Para acalmar a alma
e pintá-la de novas cores.

Escrevo por mim e para ti!