Todos os Prazeres Terminam pelo Enfartamento.

Como o que o homem procura nos prazeres é um infinito,
e como ninguém será jamais capaz de renunciar
à esperança de atingir esse infinito, sucede,
portanto, que todos os prazeres terminam pelo enfartamento.
É um achado da Natureza para se arrancar violentamente a eles.

Cesare Pavese, in ‘O Ofício de Viver’

Anúncios

Satisfatório! Muito obrigada.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s