Só agora aprendi!


Só agora aprendi
que amar é ter e reter.
Foi quando te vi.

Vi quando a rosa se abriu.
Como a eternidade
pode ser tão fugaz?

Não sei quando é o mar,
ou se é o sol dos teus cabelos.
Tudo são funduras.

Na entressombra, o sabre
se estira na relva morna.
O nenúfar se abre.

Brilha um dorso: és tu.
Encontro no teu ventre
a explicação da luz.

Thiago de Mello.

Anúncios

Satisfatório! Muito obrigada.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s