Voz…

Z3357Que o vento leve a minha voz
Aonde não consigo alcançar.
Que ele faça poder perceber
O som das minhas ilusões,
E que possa também descrever
Todas as minhas razões,
De gritar este grito tão surdo
Cansado de tanto estar mudo
E que agora se faz despertar
Rompendo o silêncio atroz
Que todos ouçam o que eu digo
Falado pela voz do vento,

Que deve soprar à cada momento
Dizendo que eu quero ficar contigo.
E tu, não deves responder !
Pois, se duvidas, como crer
Que a voz que o vento te leva
É a mesma que enleva
O bem que trago guardado.
Que apesar de há tanto trancado
Robusto e contido, onde ninguém vê
Eu o guardei só para você.

Fernando Spanghero.

Poema das Curvas.

Z1666Não é o ângulo reto que me atrai.
Nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem.
O que me atrai é a curva livre e sensual.
A curva que encontro nas montanhas do meu País,
no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar,
nas nuvens do céu, no corpo da mulher preferida.
De curvas é feito todo o Universo,
o Universo curvo de Einstein.

Oscar Niemeyer (Fevereiro de 1988)

Achei dispensavel qualquer imagem, pois pensar em Oscar Niemeyer, é trazer a mente sua MAGNIFICA OBRA! Seu nome é sua propria imagem!!!
Oscar Niemeyer não morreu, seu corpo mudou de forma, deixou a forma humana e se tornou parte da curva livre do VENTO!!!
(Comentario: Isadora)