Voz…

Z3357Que o vento leve a minha voz
Aonde não consigo alcançar.
Que ele faça poder perceber
O som das minhas ilusões,
E que possa também descrever
Todas as minhas razões,
De gritar este grito tão surdo
Cansado de tanto estar mudo
E que agora se faz despertar
Rompendo o silêncio atroz
Que todos ouçam o que eu digo
Falado pela voz do vento,

Que deve soprar à cada momento
Dizendo que eu quero ficar contigo.
E tu, não deves responder !
Pois, se duvidas, como crer
Que a voz que o vento te leva
É a mesma que enleva
O bem que trago guardado.
Que apesar de há tanto trancado
Robusto e contido, onde ninguém vê
Eu o guardei só para você.

Fernando Spanghero.

Anúncios

Satisfatório! Muito obrigada.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s