Sorri.


Sorri quando a dor te torturar
 E a saudade atormentar
 Os teus dias tristonhos vazios
 
Sorri quando tudo terminar
 Quando nada mais restar
 Do teu sonho encantador
 
Sorri quando o sol perder a luz
 E sentires uma cruz
 Nos teus ombros cansados doridos
 
Sorri vai mentindo a sua dor
 E ao notar que tu sorris
 Todo mundo irá supor
 Que és feliz

 Charles Chaplin

Posso Ser Sempre Melhor!

 

A vida me ensinou a dizer adeus às pessoas que amo,
sem tirá-las do meu coração,
sorrir às pessoas que não gostam de mim,
para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam,
calar-me para ouvir, aprender com meus erros,
afinal, eu posso ser sempre melhor!
 Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
 Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar,a abrir minhas janelas para o amor.
E não temer o futuro,
A lutar contra as injustiças.
Sorrir quando o que mais desejo
é gritar todas as minhas dores para o mundo.
 Fazer de conta que tudo está bem
quando isso não é verdade.
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar.

 Charles Chaplin

Preciso de Alguém.

Que olhe nos meus olhes quando falo.
Que ouça as minha tristezas e neuroses com paiciência e, ainda que não compreenda, respeite os meus sentimentos.
Preciso de alguém que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado.
Alguém amigo suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso ficar irritado por isso.
Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: a amaizade.
Que teime em ser leal, simples e justo.
Que não vá embora se algum dia eu perder meu ouro e não for mais a sensação da festa.
Preciso de um amigo que receba com gratidão o meu auxilio, a minha mão estendida, mesmo que isto seja muito pouco para suas necessidades.
Preciso de um amigo que também seja companheiro nas farras e pescarias, nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade, grite comigo:
¿Nós ainda vamos rir muito disso tudo…¿
E ria muito.
Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher meu amigo.
E nesse busca empenho a minha própria alma, pois com uma Amizade Verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela …

O Caminho da Vida.

O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos.

A cobiça envenou a alma dos homens… levantou no mundo as muralhas do ódios… e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria.

Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.

Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

(O Último discurso, do filme O Grande Ditador)