Diálogo Da Criação – Dado Carvalho.

_O que estais fazendo, Senhor?
─ Ela.
─ E desde quando trabalhas nela?
─ Há muitas horas, horas e horas.
─ Não usastes tanto tempo para Ele.
─ Tens razão, fi-lo rapidamente.
─ Usastes vós para Ele muitas peças?
─ Poucas. Na verdade, duas
de grande importância.
─ E quais são elas, Senhor?
─ Um cérebro pensante, filosófico e analítico.
─ E que mais?
─ Músculos fortes para o trabalho,
afinal, ele será o provedor.
─ Mas, Senhor, aqui no jardim do Éden
há necessidade de um provedor?
─ Sim, caro anjo, haverá porque o jardim terá
pouca duração.
─ Como assim?
─ Ela será tentada, e no seu afã de descobrir
coisas novas, cometerá uma insensatez.
─ E que insensatez será essa, Senhor?
─ Vereis quando acontecer. Vós mesmo tereis
uma função nesse caso.
Mas posso vos dizer que será sua primeira ação
na vida: convencer.
─ Mistério!
─ Por isso, tenho de fazê-la forte, suave, prática!
capaz de pensar e raciocinar.
Capaz de correr atrás de tudo,
não perder oportunidades, lutar,
criar os filhos, formá-los, educá-los,
perder noites de sono por eles,
e poderão suportar qualquer peso.
─ E isto que estais colocando agora? Que peça é esta?
─ Chama-se coração. É o seu combustível.
─ Senhor, mas… por que tão grande?
─ Meu caro anjo, isto será esfacelado em mil pedaços por qualquer coisa.
Mas sempre será reconstituído.
─ Como o fígado de Prometeu?
─ Anjo, vejo que andastes lendo meus cadernos secretos, oh, travesso!
Eu nem fundei a Grécia ainda!
─ Desculpe, Senhor, apenas curiosidade.
─ Cuidado, caro anjo, a curiosidade pode ser perigosa.
Vais ver depois do que acontecer a Ela e a Ele.
─ Senhor, eis que corre um líquido de seu olho! Algum defeito?
─ Ora, não vos preocupeis. Isto é apenas sua expressão máxima.
Através desse líquido claro, cristalino,
Ela desabotoa sua alma toda.
─ Difícil! Não destes a Ele essa mesma qualidade?
─ Dei, mas Ele não admitirá.
Criei-o homem, mas ele preferirá ser macho.
Talvez, depois de muitos séculos
logrará derramar alguma.
─ Alguma o quê, Senhor?
─ Alguma lágrima; é o nome desse líquido
que vedes escorrer do olho dela.
─ Que coisa complexa, Senhor!
─ Não vistes nada ainda, meu caro anjo.
Espere até que eles comecem a escrever livros.
─ Elas também escreverão?
─ Nem imaginas como! E terão vários nomes.
─ Podeis citar alguns, Senhor?
─ Clarice Lispector, Cora Coralina, Rachel de Queiroz, Zélia Gattai,
Cecília Meireles, Tânia Maria Orsi, Ana Duarte, Maria Cunha,
Cássia Amaral, Ana Lima, bem anjo serão muitas para eu lembrar
depois de tanto trabalho.
─ Mas… ainda estou curioso, Senhor.
Ainda não consigo entender por que o Senhor fabricou a Ele com tão poucas peças.
─ Ora, anjo, casai-vos com uma delas e sabereis por quê.
Ufa! Terminei!
─ E o Senhor descansou no dia seguinte, que era o sétimo.

Anúncios