M de Mulher.

São tantas as faces, são tantas as fases.
Somos lunares.

São tantos os fluidos, os fluxos, as águas.
Somos marés.

São tantos os nomes, as palavras, as falas.
Somos verbo.

São tantos os mistérios, os silêncios, os abismos.
Somos travessia.

São tantos os portos, as casas, os colos.
Somos chegada.

São tantos os sonhos, os devaneios, as fantasias.
Somos princesas.

São tantos os abismos, as grutas, os labirintos.
Somos segredo.

São tantos os risos, os arroubos, os cânticos.
Somos alegria.

São tantas as cores, os brilhos, os calores.
Somos solares.

São tantos os desvarios, as insensatezes, as pirações.
Somos loucura.

São tantas as bênçãos, as graças, as orações.
Somos benditas.

São tantas as sementes, os frutos, os rebentos.
Somos fecundas.

São tantas as mudanças, as tensões, as alternâncias.
Somos voláteis.

São tantos os feitiços, as poções, as verrugas.
Somos bruxas.

São tantos os condões, os encantos, as magias.
Somos fadas.

São tantos os batimentos, os suspiros, as contrações.
Somos ritmo.

São tantos os espelhos, os cremes, as ginásticas.
Somos vaidade.

São tantos os desejos, os arquejos, os beijos.
Somos fogo.

São tantas as perguntas, os medos, os anseios.
Somos inquietação.

São tantas as vinganças, as artimanhas, as picuinhas.
Somos terríveis.

São tantas as viradas, as voltas por cima, os recomeços.
Somos fênices.

São tantas as intuições, as premonições, os sextos sentidos.
Somos do além.

São tantos os batons, as lingeries, os decotes.
Somos fatais.

São tantas as celulites, as rugas, as cicatrizes.
Somos reais.

São tantas as batalhas, as conquistas, as bandeiras.
Somos luta.

São tantas as brisas, as águas frescas, as relvas macias.
Somos trégua.

São tantas as histórias, as lembranças, os baús.
Somos memória.

São tantas as maçãs, as serpentes, os paraísos.
Somos Eva.

Somos o sal da Terra, a luz do mundo,
somos coração.

Somos parceiras na Criação, tecemos Eternidade perpetuando a espécie.
Somos fortes, fomos eleitas.

Mais que segurança queremos liberdade.

Mais que amor queremos paz.

Mais que final feliz queremos cumprir nossos destinos,
realizar nossas vocações, escrever nossas histórias.

Somos Mais,

somos Múltiplas,

somos Mães,

somos Musas,

somos Marias,

somos Maravilhosas!

Mulheres com M maiúsculo,

M de Mulher.

Hilda Lucas.