“Química…”

Amor louco, desvairado,
tem jeito de pecado.
E num momento mais-que-perfeito,
eu fico assim sem jeito…
Meio louca!

Amo teu sorriso, tua boca…
e com isto, fico fácil,
Tu me fazes a cabeça,
e eu fico assim, besta.

Tu me olhas, sinto um choque!
Quero logo um toque,
então tu me tocas, me arrepio…
E fico assim, minhocando
feito femea no cio!

Isadoraschultz.

Poesia!!!


Poesia, deusa galante

A galope, vem anunciando seu cio

Vem cavalgando durante a noite

Fazendo filhos

Deixando seu fruto

Nos filhos dos homens

Galopando, Galopando. . .

Pra chegar no amanhecer

Brindando Amores

E esperar. . .outra vez anoitecer.

Isadoraschultz.

“Livro de Cabeceira”.

Tu és como um livro que eu já lí muitas vezes.
Já te sei de cór;
conheço o teu estilo, teu enrêdo, teu enleio.
Tuas palavras estão gravadas em mim,
guardadas em meu seio;
entrei no teu roteiro, conheço tuas trincheiras.
Sei dos teus misterios, da tua brincadeira
e o que realmente é serio.
Sei teu íntimo, bebi da tua essência,
conheço teu conteúdo, choro as tuas dores,
desfruto dos teus prazeres;
me delicio com tudo, nada mudo;
me deixo levar pela tua magia,
pelo teu misterioso encanto;
o que me dizes, guardo em segrêdo,
e neste devaneio,
neste folear de páginas fecho o livro. . .
me sinto feliz cada vez que te leio.

Isadoraschultz.

“Profana.”

Se os meus olhos fossem mãos,
te tocando eu estaria.
Se os meus olhos fossem pés,
como andarilho faminto, sedento,
no teu corpo eu andaria,
e da mais pura fonte,
da mais louca bebida, eu beberia.

Se os meus olhos fossem braços,
me agarraria ao teu tronco
e dos teus cachos colheria, e…
se ainda fossem boca,
boca de beijos quentes,
como tochas ardentes,
eu te beijaria.

Mas meus olhos são apenas olhos!
Loucos! Encravados no teu corpo,
num triste e sofrido bailar,
sem mãos, sem pés, sem braços, sem boca…
Sem poder te tocar.
Te amando, te adorando,
loucos de desejo,
nem um beijo, nem um beijo!

Ah, se ao menos fossem joelhos!
Mesmo pagã,
a peregrinar no teu corpo, eu viveria,
e com ofertas de manjares,
prostrada aos teus pés,
eu te A-d-o-r-a-r-i-a…

IsadoraSchultz.